Pesquisar

A- A A+

Login

Autenticar

Login

Utilizador *
Senha *
Memorizar

Conceito de geodiversidade

O arquipélago da Madeira possui uma diversidade natural de excelente valor, rico tanto em geodiversidade como em biodiversidade, e que deve ser conhecida, assim como, conservada e preservada para as gerações atuais e vindouras.

A geodiversidade consiste na variedade de ambientes geológicos, fenómenos e processos ativos que dão origem a paisagens, rochas, minerais, fósseis, falhas, dobras, afloramentos, sequências sedimentares, orlas de metamorfismo, etc., assim como as próprias entidades que são originadas, e que são o suporte para a vida na Terra e a única fonte de conhecimento da peleobiodiversidade.

Enquanto ilhas de origem vulcânica, o arquipélago da Madeira é um território que apresenta diferentes tipos rochosos, minerais, fósseis, estruturas vulcânicas e formas de relevo resultantes de uma complexa história de evolução geológica, ocorrida numa situação geográfica particular.

Alguns locais, os geossítios, definidos como os melhores para observar e compreender a geologia do arquipélago, são também as ocorrências que melhor documentam e testemunham a história geológica. Por essa razão, estes locais, que constituem o património geológico da região, merecem ser preservados.

Adaptado de José Brilha (2015). Inventory and Quantitative Assessment of Geosites and Geodiversity Sites: a Review. Geoheritage

(Adaptado de Brilha, 2015) 

 

Bibliografia

BRILHA, J. (2015). Inventory and Quantitative Assessment of Geosites and Geodiversity Sites: a Review. Geoheritage.

BRILHA, J. (2005a). Património Geológico e Geoconservação: A Conservação da Natureza na sua Vertente Geológica. Palimage Editores, Braga, 190 p.

GRAY, M. (2004). Geodiversity:valuing and conserving abiotic nature. Jonh Wiley and Sons, Chichester, England, 434 p.

Google Analytics